Blog

Blog

  • Escola Semeador

É brincando que a criança compreende o mundo a sua volta

É brincando que a criança compreende o mundo a sua volta, aprende, experimenta e desenvolve”

Marianna Moreno



Criança se olhando no espelho

Entendemos que a interação da criança pequena com o ambiente natural é primordial para proporcionar o desenvolvimento de suas habilidades físicas da percepção dos sentidos: tato, olfato, paladar, audição e visão.


Nossa escola prima pelo respeito e vivência na natureza, composta por diferentes pátios, favorecendo o desenvolvimento de nossas crianças, sendo assim pensamos e proporcionamos desde a acolhida as ambientações e interações diretamente ligada aos pátios.



Após este movimento, nossas crianças se mostraram seguras e a cada dia exploravam mais nossos quintais e propostas, cada um em seu tempo, seguindo de sua individualidade para o coletivo, com o auxílio da rotina aos poucos foram inserindo os colegas em seu dia a dia, identificando, interagindo e criando laços com o grupo.


No decorrer da exploração e interação com os pátios nossos pequenos foram descobrindo seres viventes dos quintais, à começar pelos pássaros e os sons de seus cantos, daí em diante algumas crianças foram percebendo outros seres e quando encontravam vinham mostrar, mesmo sem pronunciar palavras, em cada olho brilhante, risada solta e curiosidade percebemos que cada encontro era um encanto, o que gerou motivações para novas buscas, afinal cada pátio tem suas características e são diversos os viventes por aqui e aos poucos fomos descobrindo-os.




Aqui na escola convivemos com 04 principais combinados, entre eles está o cuidar da natureza, sendo assim sempre depois dos momentos com os pequenos seres, mantemos um ritual de dar tchau devolvendo-os para a natureza.


Ao proporcionar diferentes propostas de pátios incentivamos nossas crianças a explorar os #sentidos, despertando a necessidade de conhecer o mundo à sua volta, partindo inicialmente para experimentações em relação ao próprio corpo e o mundo que as cercam. Para estes momentos oferecemos diferentes propostas e desafios tais como: passear pela florestinha, circuitos com troncos, bancos, mesas, pneus, experimentações e degustações de alimentos, tintas e elementos da natureza.




Para maior apreciação e desenvolvimento dos cinco sentidos inserimos algumas propostas em nosso dia a dia, tais como: degustação de chás, pinturas com diferentes texturas, manuseio e exploração de flores, folhas, gravetos e elementos da natureza, o momento da história onde todos são convidados para uma grande roda para ouvir contos e descobrir novos personagens, cantigas e brincadeiras de roda, aula de música, descobertas sonoras nos murais sensoriais e objetos encontrados pelos pátios, todos esses movimentos são vivenciados e muito bem aproveitados pelas nossas crianças!



Criança engatinhando nas pedrinhas

A #identidade é um conceito do qual faz parte a ideia de distinção de uma marca de diferença entre outras pessoas. Tendo em vista que consideramos a criança um ser sujeito social e histórico inserida em uma sociedade, temos como objetivo neste projeto fazer com que a criança identifique e construa gradativamente sua própria identidade, em todas as suas dimensões humanas: afetiva, social, cognitiva, psicológica, motora, lógica ou expressiva.



Criança apontando para o seu nome na parede

Para iniciar este movimento consideramos desde a adaptação d e cada uma de nossas crianças, não só por serem novos, mas considerando também o fato de estarmos em uma pandemia, além de adultos e crianças diferentes, nossos pequenos precisam se adaptar com novas medidas restritivas, os adultos de sua referência mascarados, álcool em gel, medidores, entre outros protocolos.


Unindo as propostas dos diferentes pátios a turma foi criando vínculo e se descobrindo, conhecendo seus colegas e suas individualidades. Para este projeto pensamos propostas com espelhos, crachás de identificação, brincadeiras cantadas, entre outros.



Outro processo importante foi a ambientação da sala, a qual utilizamos em momentos menores, cada detalhe pensado com muito carinho e atenção, em nossa sala temos um mural sensorial o qual foi e tem sido muito explorado, nosso cantinho de leitura e contação de histórias, também o local de descanso e outros recursos para a apreciação dos momentos em sala e na identificação da turma, entre colegas.



Espaço da escola preparado para as crianças brincarem

Na proposta da escola em todos os anos temos um tema norteador e partindo dele todas as turmas após o processo de identificação definem um nome para a turma.


Este ano nosso nível ficou com “Os pequenos seres viventes dos quintais”, tendo construído e firmado a identidade da turma, colegas, sala e professoras referenciais, partindo do interesse e envolvimento das crianças com os pequenos seres encontrados nos pátios, começamos aos poucos mediar e conversar sobre os bichinhos encontrados.


Um dos nossos recursos para este movimento foi um novo mural com o poema: Este é meu leilão de Cecília Meireles.


Poemas de Cecília Meireles na parede


76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo